Dos personagens ao roteiro: idosos criam games do início ao fim em projeto na Unicamp

Com olhos empolgados como os de uma criança, adultos e idosos de 50 a 74 anos aprendem a criar jogos de videogame desde o roteiro ao desenho dos personagens. O orgulho dos alunos ao mostrar os jogos feitos durante as aulas mostra como não há limite de idade para aprender coisas novas.

Eles participam do projeto desenvolvido na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) oferecido pelo programa UniversIDADE, que traz para esse público atividades gratuitas, com o objetivo de proporcionar saúde e qualidade de vida.

Na aula de games, a linguagem da programação é o primeiro desafio, apresentado logo no primeiro dia.

A aposentada Marina Hideko Yamanishi, de 68 anos, percebeu melhora na criatividade, no raciocínio lógico, na memorização e até no relacionamento com o seu neto, de 19 anos.

“Os jovens acham que a gente é alienado em informática. Então, quando eu comecei a fazer, mostrei pro meu neto de 19 anos. Ele ficou feliz e mostrou para todos os amigos, todo orgulhoso da avó!”, conta.

 
Game sobre Alzheimer desenvolvido por Marina durante a aula (Foto: Jade Castilho/G1)

Game sobre Alzheimer desenvolvido por Marina durante a aula (Foto: Jade Castilho/G1)

Leia mais.